Investindo no futuro: qual segmento de franquia abrir em 2019?

Abrir o próprio negócio continua sendo um dos sonhos de muitos brasileiros. Mas, como planejar o investimento? Onde investir? Na expectativa de uma retomada econômica, o franchising nacional oferece modelos de negócios rentáveis, que possibilitam a realização do sonho de ter o próprio empreendimento, respaldado pelo know-how de uma franqueadora.

Um exemplo da estabilidade no qual o franchising tem adquirido está nos números do setor que aponta um crescimento nominal de 7% da receita na comparação com o ano anterior, segundo dados prévios divulgados pela ABF – Associação Brasileira de Franchising. As oportunidades de negócios e novos serviços oferecidos e modelos enxutos são reflexos desse ritmo de expansão.

O franchising reúne diversos segmentos no mercado, entre eles as franquias de serviço. Uma pesquisa feita pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas, três anos atrás, apontou que quase metade dos empreendedores do setor de serviço, por exemplo, iniciaram suas empresas sem qualquer experiência anterior no ramo. Essa possibilidade de poder gerir ao mesmo tempo em que se adapta ao segmento tem se intensificado. Diante do que observo e acompanho há mais de 10 anos atuando no setor de franchising, diria que essa proporção é muito maior nos tempos atuais.

Dentro do setor de serviços, as franquias de limpeza e conservação exemplificam esse resultado. Na Quality Lavanderia, rede com mais de 12 Selos de Excelência da ABF (Associação Brasileira de Franchising) e 20 anos de atuação consolidada no mercado, por exemplo, 90% dos proprietários de lojas nunca atuaram antes no segmento de lavanderias. Isso confirma a tese de que mais importante do que a experiência prévia são as variáveis fundamentais que devem ser levadas em consideração pelo potencial investidor, como o espírito empreendedor e a sociabilidade. É essencial a disposição e empenho para condução do negócio e participação nos treinamentos oferecidos pela franqueadora. Na Quality Lavanderia, os treinamentos são presenciais e periódicos para que o investidor tenha segurança e conhecimentos necessários para gerir o negócio, desde tarefas operacionais, de gestão de loja, de marketing e, evidentemente, dos aspectos administrativos e financeiros. Além disso, o empreendedor deve ter facilidade em lidar com o público e habilidade em delegar tarefas e motivar a equipe.

Ler a noticia a integra acesse:

https://www.terra.com.br/noticias/dino/investindo-no-futuro-qual-segmento-de-franquia-abrir-em-2019,03d063da5583bdbdb0d86dc92e8b26c3iw1upotj.html

Desempenho do franchising
A importância do relacionamento para o sucesso de uma franquia

Deixe uma resposta